sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Ela jamais me abandona.

A saudade que sinto é a dor mais gostosa, é a dor que sei que não vai passar, eu sei que comigo ela sempre vai estar, ela nem pensa em me abandonar, ela nunca vai acabar, ela sempre revive, sempre se repete dentro de mim, e juro que se ela me deixasse, dela eu sentiria (..). Ela não é ausência, ela me completa...
Ela me lembra de olhares que nunca mais vi, de músicas que já nem ouço,  de verdades que nunca quis enxergar, de momentos tão bonitos... A minha saudade nunca me deixa, sempre ao meu lado, aonde quer que eu esteja, ela é inacabável.
Como é doce a dor da minha saudade, é tão suave como um perfume, é tão bom de sentir. Eu queria mesmo é me casar com ela. Casar com a minha lembrança nostálgica.

7 comentários:

Junior disse...

tambem escrevi um post no meu blog sobre saudade, mas o seu ta bem mais poetico. passa lah depois, se quiser neh? =P

;*
-Jr

Rα i sα ~ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rα i sα ~ disse...

Veja bem, meu bem,
sinto te informar que arranjei alguém pra me confortar.
Este alguém está quando você sai. [...]
Amor, veja bem,
arranjei alguém chamado Saudade.


Porque Camelo sempre fala por nós!

p.s.: Volte sempre :)

Ilana&Cia disse...

saudade não tem fim...felicidade sim

Danilo disse...

Que texto bonito, Rayane. Também gostaria de casar-me com minha saudade! Acho que tivemos a mesma idéia; escrever textos cutors e cheios de sentimentos =)

Fleur. disse...

Eu acho que a saudade, é o sentimento mais nobre que se pode citar. Ela inspira! :)

Danielle Cristina disse...

Adoro nostalgia desde que ela nçao me faça querer voltar no passado ou viver dele! (:
Saudações!

Minha lista de blogs