segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O fundo do poço dói tanto.



- Eu sinceramente não pensei que essas dores de amor pudessem doer tanto assim, uma dor tão forte que atinge até o físico. Eu não sabia que eu poderia me doer inteira assim e perder todas as minhas forças, custar encontrar forças para pronunciar qualquer palavra que seja, eu não entendo como consegui ficar fraca assim. Logo eu, meu Deus, que me sentia tão forte, que pensava que pudesse controlar tudo. Agora estou descobrindo o quanto posso ser fraca com a dor mais dolorosa que existe: a de perder alguém qual eu seria capaz de dar a minha própria vida. Logo, esse alguém que tanto dizia me amar, me amar pra sempre, insistia em me fazer entender o qual enorme era seu amor, isso é o que mais me dói sabe? Se não tivesse sido tão bonito eu não iria estar assim como estou. Amiga, você ainda ta aí me ouvindo ?
- Claro que estou, me desculpe só não estou sabendo o que lhe dizer. Eu sinto muito, Laura.
- Eu to muito mal.
- Isso vai passar.
- Eu to começando a ficar sem ar.
- Para com isso, Laura, eu to começando a ficar preocupada.
- Eu acho que to morrendo...
- Laura?
- de amor.
- Laura?
- ...

3 comentários:

mais amor, por favor. disse...

Uma dor inevitavel, infelizmente.
Mas temos que sofrer dessa dor, hora ou outra, para de certa forma ficarmos fortes e nos prepararmos para outras dores.
E cadê Laura?
Beijo grande!

♥ Luciana Mira ♥ disse...

Morri junto! Amei!

Nyna disse...

ola flor lindo seu cantinho! seguindo vc
me segue tbm?
http://stilo-pink.blogspot.com/
beijos

Minha lista de blogs