sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Em frente, sempre.


Existem dores da alma que são piores que as dores do corpo físico, mas entendi que temos que ser fortes, mesmo quando a dor pode ser comparada a de um punhal penetrando na sua carne, mesmo quando não se consegue dar um basta no sangramento, mesmo assim temos que continuar. Se ainda não foi encontrada a solução para cessar a dor, então os quem a sente é que devem ir em busca dela, mesmo se acabando aos poucos pelo caminho, por causa da quantidade de fraquezas que se situa em teus seres, devem ir em frente, é mais digno do que ficar parados a espera de algo que pode nunca chegar se continuar sem movimento, apenas sentindo aquela dor te consumir . Temos que tentar encontrar a fé perdida, nem que seja uma lasquinha e caso não a encontremos, que inventemos uma, e que cuidemos muito bem dela, para que se torne maior a cada dia. Por que não existe outro jeito, que não seja: continuar.

3 comentários:

Loverocklive disse...

Realmente as vezes as dores que sentimos mais nem sempre podemos vê-la.

♪ Nadine. disse...

Concordo com cada palavra, é preciso encontrar a fé; embora a dor não pare, não podemos desistir de nós mesmos. "Em frente, sempre."

Abraço forte meu bem! <3

Gustavo Andrade disse...

Apesar de tudo, como você mesmo diz, em frente sempre :D

http://gustaandrade.blogspot.com

Minha lista de blogs