sexta-feira, 5 de março de 2010

A nostalgia e sua frenquente companhia;


Acho saudade uma coisa tão bonita, mas tão dolorida. Por que é muito lindo você sentir falta de algum momento especial ou de alguma pessoa que lhe fez bem, mas é muito doloroso saber que o momento jamais se repetirá e a pessoa já não mais existe. O duro é ter uma ferida confusa, que quando a gente acha que ela está cicatrizando a lembrança invade seu ponto fraco, a abre e á faz sangrar. Mas creio que a gente deve se habituar a tudo, seria muita maldade ser diferente dessa vez. E assim continuamos, tentando bravamente, controlando os impulsos e segurando a língua, não sei se é ser forte, se é esperança de salvação, ilusão ou se é curiosidade por tudo aquilo que ainda não aconteceu.

8 comentários:

Pepacu disse...

É realmente doloroso, a saudade. E é bem mesmo como você falou: quando a gente acha que já está curado, alguma coisa ou alguém vem e nos quebra, fazendo a dor voltar novamente. :/

Junior disse...

também acho doloroso, mas acho bom. pq aquele momento eh unico!

entao, ta fazendo letras hein? ta gostando? além de libras eu tambem to fazendo latin, vc tambem? é dificil mas mo legal xD

=**

Beatriz. disse...

Sou meio suspeita pra falar de saudade né? rs. Achei lindo seu texto, e de verdade: mostrou tudo o que ando sentindo. Parabéns! x)

Obrigada pela força linda, de verdade. O tempo cura tudo, mas com isso, já foram dois anos e a saudade a cada dia aumenta sabe? Mas não sei. Tenho fé que um dia passará!

Obrigada por tudo! ♥
Beijos. E um ótimo fds pra ti.

Rúvila disse...

Acho que a saudade faz bem para o ego, se você sente falta de algué é por que esse alguém é uma pessoa importante pra você, logo ela deve sentir-se querida.

beijos
blog legal :) parabéns!

Olive disse...

eu odeio sentir saudades,mas por um lado é bom,pq se vc sente falta é porque em algum momento da sua vida,algo realmente bom aconteceu com você,sabe?acho que é um mal necessario ;D

dani disse...

Você escreve deliciosamente bem.
Abrc.

Ivison Spezani disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivison Spezani disse...

Saudade! Sentimos saudade de um animalzinho de estimação que morreu, de um ente querido que faleceu! Um saudade que mantém-se eterna. Mas e a saudade de um amor perdido, de um amor vivido? Como suportar? E assim sentimos que a "Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já...", Neruda!

Minha lista de blogs