sábado, 31 de outubro de 2009

mordida de amor.


O Amor tem dentes, ele morde, às vezes da tesão de tão bom que é, mas as vezes é tão forte a mordida, que te dói inteiro, te marcas profundamente deixando cicatrizes que o tempo jamais irá apagar. O amor faz bem, mas o amor dói. E essa dor lateja quando você é abandonado, porém consegues a suportar e sente até mesmo prazer quando tua paixão regressa com olhos de arrependimento ou teus olhos brilham ao avistar um novo humano capaz de lhe fazer sorrir novamente. O amor te rasga, aprende isso. Mesmo que teu amor seja o maior do universo ele vai te morder forte uma vez ou outra e isso vai doer tanto, mais tanto, que você vai pensar em desistir desse sentimento imbecil, porém quando novamente chegar o momento em que o amor fizer teu coração bater mais forte e te dar a sensação que vai pular pra fora do peito atravessando suas carnes, você vai idolatrar este sentimento extraordinário. O amor machuca e dói, mas ele cura e acaba com qualquer dor. o A M O R surpreende.

4 comentários:

Jéssica disse...

O amor é surpreendente e inevitavel *_*

Golden disse...

Muito bom o texto gostei muito,
falou a verdade!

CARVALHO,laís disse...

por isso que eu vou virar freira!

;*

Fernando marcello disse...

so qm ama sabe '

Minha lista de blogs