segunda-feira, 9 de setembro de 2013

diacho


Essa coceirinha aqui do lado de dentro;
desse lado de dentro que bloqueia meu dedo de coçar;
se eu pudesse coçava até machucar, até sair sangue, só pra cicatrizar.
Mas meu dedo não passa e eu continuo agoniada
sentindo essa mágoa que não quer passar

6 comentários:

Ani Braga disse...

Seu blog continua um encanto!
Tudo lindo... Já sigo!
Se puder dá uma passadinha no meu e segue também se gostar.

Beijos
Ani

Priscilla Way disse...

Aí a gente dorme,acorda,espera cicatrizar,quando se vê,a dor já está longe,aí é hora de lembrar,pra rimar. (:

Ygo Maia disse...

E ás vezes por mais que a luta seja intensa,simplesmente não conseguimos. É uma luta diária contra as mágoas porém é uma luta necessária. Não podemos deixar que o amargo tome conta de nossa alma.

Amei o blog,seguindo ;)

Se quiser dá uma passadinha lá no meu blog que tem uma entrevista fresquinha.



http://ymaia.blogspot.com.br/2013/09/entrevista-com-joicy-santos.html?showComment=1379978318285#c6480633405735222639

Anga Mazle disse...

Coceirinha que bloqueia o dedo de coçar... Bela metáfora para a angústia!

Lucian Rodrigues Cardoso disse...

Coceirinha que faz os dedos escreverem esses versos sinceros e singelos, apesar da ferida.
Já te sigo! Beijos!

Matheus Alvares disse...

Gostei, Ray!
Escreve mais! =)

Minha lista de blogs