terça-feira, 27 de julho de 2010

Já posso o sentir.











É tanta tortura pensar que ainda terei que atravessar vários e vários dias para poder novamente te ver, te tocar, encarar esses olhos teus, sentir o teu corpo no meu com um abraço bastante apertado, poder beijar teus lábios, sentir sua língua. É tanta tortura imaginar que o nosso amor pode não ser de verdade e que você pode se apaixonar por outra pessoa ou deixar de pensar em mim com essa distância enorme que nos separa. Eu sinto tanto a sua falta, e me esforço para enfrentar esses dias longe de você. Mas não deixarei o medo de te perder me abalar, pois sei que mesmo que a gente quisesse não mais se gostar, não conseguimos nos resistir quando nos encontramos. E lhe espero firmemente, e lhe quero tanto. E essa saudade toda é um amor ainda em estado de gravidez; mas quando nascer vai ser de emocionar.

2 comentários:

Grafite disse...

Emocionante!

adorei aqui, seguindo... =)

beiijo
*.*

Yago Henrique disse...

Lindo, muito liindo
sigoo

Minha lista de blogs