segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Sonhos quebrados


Sentir o que eu sinto por ti é inevitável, por mais que me esforce para arrancar tua imagem da minha mente e para curar está dor ao lembrar dos nossos dias ensolarados, tudo que eu consigo construir a respeito de distanciamento de ti se desmorona ao te ver ou mesmo ao ouvir tua voz do outro lado da linha. Este amor seria um jogo de persistência se assim pudesse ser classificado. Basta olhar para cima para lembrar de ti; céu azul, nuvens brancas; Tua pele e teu afeto. Ah se pudesse acontecer seria tão bom.

Um comentário:

Junior disse...

eh muito dificil esquecer quem amamos, se nao impossivel . . .
muito lindo seu poema (o:
feliz natal e ano novo!!!

Minha lista de blogs